SAIBA MAIS SOBRE O USO DO BIM (REVIT) INTEGRADO A IoT

Nos dias atuais, as coisas passaram a ser “inteligentes”, o que se tornou possível graças à tecnologia IoT. Ampliando seu escopo, essa ideia passou a ser aplicada à engenharia mediante a integração entre BIM e IoT.

De fato, com a utilização dessas tecnologias em conjunto, passou a ser possível a construção de edifícios inteligentes, capazes de monitorar vários aspectos.

Para entender como isso é possível, preparamos um conteúdo inteiramente dedicado ao assunto, indicando alguns exemplos de como essa tecnologia pode ser utilizada. Boa leitura!

Quer saber mais sobre os cursos da TKS?

Preencha com os seus dados que entraremos em contato o mais breve possível

ENTENDENDO O FUNCIONAMENTO CONJUNTO DE BIM E IoT

Conforme já mencionado, a união dessas duas tecnologias propiciou a construção de smart buildings.

No entanto, como isso se tornou possível? Para entender isso, é necessário que se entenda o que é IoT e qual é o conceito de BIM.


IoT é uma sigla que faz referência à expressão “Internet of Things” (Internet das Coisas). Essa tecnologia possibilita que conectividade de objetos do cotidiano à internet.

Com isso, objetos podem ser controlados de maneira remota, podendo ainda trocar informações entre si para melhorar o desempenho.

As ferramentas de BIM, por sua vez, propiciam a digitalização em detalhes de uma construção.

Por meio dessa tecnologia, pode-se realizar simulações e analisar como a obra será de fato, antes de iniciar sua construção.

Aspectos como o consumo de energia, água e gás também podem ser previstos.

A partir dessas explicações, pode-se pensar o conceito de construção inteligente como uma colaboração entre BIM e IoT.

De fato, os dados exatos coletados por meio da IoT auxiliam a ferramenta BIM em tempo real.

No entanto, não são os sensores de objetos e estruturas que fazem uma construção inteligente, mas o processamento dessas informações pelo BIM.

É mediante isso que se pode buscar ações que otimizem o funcionamento de um edifício.


COMO ESSA TECNOLOGIA PODE SER APLICADA E GERAR BENEFÍCIOS


A integração dessas ferramentas pode auxiliar no trabalho de manutenção de um edifício e a evitar acidentes, como incêndios.

Isso porque, ela possibilita o monitoramento de sobrecargas de sistemas, como o de aquecimento. Dessa forma, pode-se prever possíveis incidentes e corrigi-los.

Além disso, o trânsito de pessoas em áreas de risco ou restritas também pode ser controlado, o que é muito útil também em canteiros de obras.

Ademais, pode ajudar a detectar vazamentos ou danos na estrutura que estejam causando desperdício, por meio do acompanhamento do consumo de água, gás e energia.

Com isso, esse tipo de construção torna-se uma tendência, na medida em que vem de encontro aos novos imperativos impostos pela questão da sustentabilidade.

De fato, é cada vez maior o número de edifícios que contam com pelo menos uma tecnologia de construção inteligente. No EUA, esse é o caso de cerca de 80% dos prédios.


O FUTURO CADA VEZ MAIS PRESENTE


Observadas todas essas vantagens, pode-se afirmar que tal tecnologia será cada vez mais adotada daqui em diante. Isso porque, além de contribuir para uma maior segurança, também propicia maior economia e preservação de recursos.

A integração entre BIM e IoT, de fato, torna os edifícios inteligentes e os investimentos em manutenção mais assertivos.


E você, já conhecia a possibilidade de integrar essas duas tecnologias em um edifício? Conte-nos!


VENHA PARA TKS

www.tksedu.com.br